Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 25 de junho de 2012

- Nossa, como ela tá linda!
- Ei cara, aquela ali é a minha namorada.
- É dela mesmo que eu tô falando. Ela tá linda demais. Mudou a cor e o corte de cabelo né, e está vestindo umas roupas mais curtas. Um mulherão. Gostei. Mas me parece que as manias são as mesmas. Reparei pelo o jeito de sorrir, olhe lá. Ela sorri e junto se destaca as suas covinhas. Sempre me amarrei no sorriso dela, mas ela tinha vergonha quando eu falava das covinhas. Ela nunca gostou. Quando ela está ansiosa, ela morde os lábios e começa a esfregar as mãos. Já notou? Ela soa demais. Aí é só você colocar pra tocar “Coldplay” que ela se tranquiliza. Não se esqueça que “Lost” é a preferida dela, viu? Ela sempre disse que acalma, e as vezes eu até pegava meu violão e tocava, ao invés de colocar o cd. Você sabe tocar violão né? Se não souber, melhor aprender. Lembro bem que ela sempre dizia que ia casar com um tipo de cara assim. E quando ela está nervosa? Fácil demais perceber. Aquela enrugadinha na testa não esconde nada de ninguém. Brigadeiro tá? Não tem nada melhor do que falar que vai fazer um brigadeiro para acompanhar de um filmezinho, que ela não se tranquiliza. E deixa ela falar. Deixa ela falar, gritar, xingar o quanto quiser. Aí quando ela der uma pausa para respirar, você a puxa para perto e diz que a ama olhando nos olhos. Ela nunca resiste, te garanto. Vez ou outra faça alguma piadinha, ou cóssegas para fazê-la rir. E sabe aqueles períodos que ela está de TPM? Então, é quando ela mais precisa de você cara. Evita de falar com algumas garotas, e fique mais tempo com ela. Desmarca o futebol, a saida com os amigos, a festa da escola… TUDO. Apenas fique com ela. Não posso esquecer que ela pira num video-game. Nem parece né? Mas “Mario Kart” sempre foi seu preferido. E deixe ela ganhar. Tudo bem que ela vai te zoar e enxer o seu saco pelo o resto do dia, mas aquela gargalhada dela de vitória é uma delícia. Dá vontade de gravar pra poder ouvir de novo, de novo e de novo. Se você a fizer chorar, recompense. Sei lá, mande bombons. Bombons de morango, de preferência. Ela se amarra. Ou então um buquê de flores. Não é qualquer flores, tem que ser tulipas. Chame para um jantar, ou um cineminha. Olha meu caro, não fique mandando SMS e ligando o tempo todo não, porque ela não gosta. Ela sempre fala que irrita. Tá que ela irritada é uma gracinha. Ela faz um biquinho de brava que dá vontade de morder, eu sei. Mas olha só, uma hora ou outra dê uma ligadinha de madrugada, faça ela acordar e diz que a ama. É coisa boba, eu sei. Só que no outro dia ela sempre fica de bom humor. Eu gosto dela de bom humor. E de mau humor também. Gosto dela de todos os jeitos. Não esquece de nenhuma data comemorativa, nunca desmarque compromissos com ela, e ela é fã de “Nicholas Sparks”. Você não o conhece né? É um escritor aí. São melosos os livros dele, tu vai ver. Até porque, ela vai te obrigar a ler ou assistir um de seus filmes. Então se lançar um livro novo, seja o primeiro a comprar. E se lançar um filme novo, a leve para assistir. Assista o filme quantas vezes ela quiser. Parece que ela nunca enjoa. Lembro que eu sempre dormia na parte preferida dela, e ela me acordava com uns tapas. O que foi? Não vai me dizer que você nunca assistiu “Um Amor Para Recordar”? Cara de que mundo você é? E não se esqueç…
- Pera aí, mas do que é que você está falando? Eu nem te conheço cara. Quem é você?
- Sou apenas o ex namorado dela

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Acentuaçao das paroxítonas

Quando as palavras são acentuadas?

Na língua portuguesa há três tipos básicos de sinais para acentuação gráfica das palavras: acento grave (`), circunflexo (ˆ) e agudo (´). Chama-se acentuação gráfica quando as palavras recebem um sinal para marcar esses acentos pronunciados. Este artigo trata da acentuação das paroxítonas. Clique para visualizar a regra de Acentuação das oxítonas.

Palavras paroxítonas

1. Acentuam-se as vogais 'a' , 'e', 'o' das sílabas tônicas das palavras paroxítonas terminadas em -l -n, -r, -x e -ps da seguinte maneira:
- com acento agudo se as vogais forem abertas:
açúcar (açúcares), afável, almíscar (almíscares), amável, alúmens, Aníbal, cálix, cadáver (cadáveres), córtex (córtices ), dócil (dóceis), dúctil (dúcteis), éter, Félix, fóssil (fósseis), hífen, ímpar (ímpares), píres, réptil (répteis), cármen (cármens), dólmen (dólmenes), éden (édens), líquen (líquenes), lúmen (lúmenes), tórax (tóraxes), bíceps (forma única), fórceps (forma única), etc.
- com circunflexo se as vogais forem fechadas:
aljôfar (aljôfares), âmbar (âmbares), bômbax (sing. e pl.), câncer, cânon (cânones), cônsul (cônsules), fênix, pênsil (pênseis), plâncton (plânctones), Tânger, têxtil (têsteis), vômer, etc. 2. Acentuam-se as paroxítonas terminadas em -ã(s), -ão(s), -ei(s), -i(s), -um(s), -uns(s) ou -us(s):
álbum (álbuns), acórdão(s), beribéri, bílis (sing. e pl.), íris (sing. e pl.), fórum (fóruns), húmus (sing. e pl.), júri (júris), lápis, miosótis, oásis (sing. e pl.), órfã(s), órfão(s), órgão(s), sótão(s), jóquei(s), amáveis, fáceis, fósseis, vírus (sing. e pl.), etc.
3. Acentuam-se o i e u que formam sequência com outra vogal, mas que não formam ditongos com ela:
aí, balaústre, cafeína, contraí-la, egoísta, faísca, heroína, juízo, Luís, país, saía, saída, saúde, traíra, viúva, etc.
4. Palavras paroxítonas terminadas em ditongos (crescentes ou decrescentes):
Acento agudo, se a sílaba tônica possui vogal aberta:
áurea, áureo, calúnia, espécie, búzio, mágoa, míngua, ágeis, férteis, fósseis, imóveis, jóqueis, pudésseis, quisésseis, tríduo, tínheis, úteis, variáveis, etc.
Acento circunflexo, se a sílaba tônica possui vogal fechada:
tênue, escrevêsseis, fôsseis, pôneis, etc.
5. As formas verbais têm e vêm - 3ª pessoa plural do pres. do indicativo dos verbos ter e vir e formas derivadas - recebem acento circunflexo.
6. Recebe acento circunflexo a forma verbal pôde (3ª pess. sing. pret. perf. indicativo) para diferenciar da forma pode (3ª pess. pres.indicativo)
Palavras proparoxítonas
Todas as palavras proparoxítonas têm acento (proparoxítonas reais ou aparentes): circunflexo ou agudo.
Angélica, árabe, cólica, exército, gótico, hiperbólica, histórico, límpido, público, devêssemos, fôlego, helênica, lâmina, lâmpada, lêmures, pêndulo, quilômetro, recôndito, etc.
nota:
São chamadas proparoxítonas aparentes as palavras que apresentam uma série vocálica pós-tônica considerada como ditongo crescente (-ea. -eo, -ia, -ie, -io, -oa, -ua, -uo, etc.):
náusea, etéreo, níveo, enciclopédia, glória, barbárie, série, lírio, prélio, mágoa, nódoa, exígua, língua, vácuo, amêndoa, argênteo, côdea, Islândia, etc.

Ortografia do mal/mau

MAU é um adjetivo e se opõe a BOM:
Ele é um mau profissional.” (x bom profissional);
Ele está de mau humor.” (x bom humor);
Ele é um mau-caráter.” (x bom caráter);
Tem medo do lobo mau.” (x lobo bom);
    MAL pode ser:
    advérbio (=opõe-se a BEM):
Ele está trabalhando mal.” (x trabalhando bem);
Ele foi mal treinado.” (x bem treinado);
Ele está sempre mal-humorado.” (x bem-humorado);
A criança se comportou muito mal.” (x se comportou muito bem);