Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Resenha do livro Crepusculo

Crepúsculo conta a história da jovem Bella que vai morar com seu pai na pequena, cinza e úmida cidade de Forks. No começo, como em qualquer cidade pequena, ela é A atração da cidade. Todos querem conhecê-la, todos querem saber mais dela, etc, só que ela é tímida e não gosta dessa situação. Na escola, Bella fica curiosa com um grupo de jovens lindos, brancos como neve, pálidos, que andam sempre em grupo e não parecem se importar muito com a presença dela: os Cullen.

Logo em uma de suas primeiras aulas na escola, ela entra no laboratório de Biologia e senta-se ao lado do irmão Cullen mais novo, Edward, que não fica à vontade quando Bella senta-se ao seu lado e sai correndo da aula. Logo depois, ela o encontra na secretaria do colégio, insistindo fortemente para que a secretária o colocasse em um novo horário da aula de laboratório.

Bella se sente mal com isso e quer saber porque Edward a rejeita tanto. Na semana seguinte, ele volta a aula e tenta ser mais simpático com ela. Ela insiste que não entendeu sua atidude na semana anterior.

Ele acaba salvando-a de um acidente de carro, o que a deixa ainda mais "pé atrás" com ele. Só que, a essa altura, ela já está, no mínimo, muito interessada nele.
Muitas coisas acontecem depois disso (não vou contar o livro todo no nível de detalhes como fiz até aqui), como por exemplo, ele espantar uns "caras maus" que estavam atrás dela numa viagem que ela fez e a levar para jantar depois, até que ela descobre que ele é um vampiro.
Mas não um vampiro do tipo Lestat ou Conde Drácula e sim um vampiro bonzinho, fofo, romântico, estonteantemente lindo - não que o Lestat não fosse, né? - e basicamente um príncipe encantado sem cavalo branco.

Edward e sua família não comem, podem se expor ao sol (o único efeito colateral é que eles ficam brilhantes quando expostos ao sol), não bebem sangue humano, somente de animais e, por isso, podem conviver harmonicamente com os seres humanos.

Bella se mete em um monte de problemas e Edward sempre a salva.
Eles começam a namorar (dããã)!
Até que, um dia, jogando baseball, eles encontram um bando de "vampiros nômades selvagens". Nesse bando, há um vampiro em especial que resolveu que Bella seria um "lanchinho". Edward se desepera com essa situação e tenta fazer com que Bella suma do nariz (sim, vampiros tem o olfato extremamente aguçado) do caçador.

James (o vampiro caçador) consegue ludibriar a todos e fazer com que Bella vá para perto dele. Ele quebra a perna dela e consegue mordê-la. Só que, obviamente, os Cullen, na verdade, Edward chupa o local da mordida e retira o veneno. O problema é que, para ele, o gosto dela é irresistível e parar de bebê-lo não foi nada fácil, mas ele conseguiu!
Ela foi para o hospital e se recupera. No final do livro, os dois vão ao baile do colégio juntos.

Tudo bem, eu não sou uma exímia contadora de histórias. Sempre acabo tentando sintetizar e simplificar as coisas demais. Rsrs!

Uma dica que eu tenho é: se você gosta de histórias juvenis e românticas, vai adorar "Crepúsculo".
Se você gosta dos filmes de vampiro tradicional, com certeza, "Crepúsculo" não é para você!

O que eu posso dizer é que eu gostei do livro. Vi o filme também. Mas o livLinkro me surpreendeu mais, apesar de ter visto o filme antes de ter terminado de ler o livro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário